Porta 18 – “Farinha” colombiana e um ladrão de camiões

Esta semana, chegou à nossa caixa de correio um email com informação muito pertinente – uma denúncia anónima sobre a Porta 18 e o negócio de droga à qual ficou associada.

A Bola, esse belo forrador de gavetas, que durante semanas teve acesso a tudo que era denúncia, curiosamente, ou não, nunca falou sobre este assunto. Mas nós vamos aqui fazer um pouco de serviço público.

 

 

A denúncia refere-se ao caso de José Carriço, o motorista de Luís Filipe Vieira, que foi acusado e condenado a sete anos e meio de prisão por tráfico de droga. Segundo reza a história, Zé do Benfica (como era conhecido) alegou ter agido sozinho e sem conhecimento dos seus superiores – Luís Filipe Vieira, Domingos Soares de Oliveira e Paulo Gonçalves – passando a ideia que tinha simplesmente uma relação estritamente profissional com o presidente do Benfica. 

 


 

A denúncia anónima | Parte I

Vamos por partes:

1 – José Carriço era próximo de Luís Filipe Vieira

 

Como é perceptível no vídeo, de 2005, José Carriço era muito mais que um mero funcionário. Era alguém com quem Vieira conversava sobre os assuntos do seu dia a dia. Por isso, deduz-se que fosse alguém de sua confiança.

 

2 – As reuniões no Marriott e Corinthia

As “estadias” nos hotéis referidos são muitos anteriores do que José Carriço alegou em tribunal.
Neste excerto da contabilidade do Benfica referente à época 2010/2011 fica claro que JMC (José Manuel Carriço) já usava os ditos hotéis e as despesas eram pagas pelo… Benfica.

Curiosamente, Marriott era o mesmo hotel que César Boaventura usava mas remetia a conta para o Benfica.

 


 

A denúncia anónima | Parte II

3 – José Carriço aka José Santos

 

José Carriço, o motorista de Luís Filipe Vieira e o condenado por tráfico de droga, era conhecido por José Santos. O porquê deste nome não sabemos. Nome diferente para não associar uma pessoa a outra? Não sabemos.

A verdade é que a troca de nomes é muito comum para os lados da 2ª Circular. Nos últimos dias tem-se falado muito de Paulo Silva – o homem que denunciou o caso de corrupção no andebol do Sporting – mas que, ao que parece, trata-se de Paulo Rodrigues, um homem que trabalhou para o Benfica chegando mesmo a entrar em litígio com o clube da Luz por causa de uma comissão na venda de Gonçalo Guedes para o PSG.

 

4 – Os convites em nome de José Carriço (Santos)

 

José Santos, ou Carriço, era o fiel depositário de dezenas de convites que seriam entregues a agentes de autoridade.
Aliás, estes convidados eram de tal forma recorrentes que faziam parte de uma folha de Excel para não esquecerem.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Várias questões se levantam:

  1. Porque razão o Benfica inclui tantos agentes de autoridade – dos quais vários chefes de esquadra – nos seus convidados recorrentes?
  2. Quem é o Nelson que trabalha no aeroporto e que é conhecido por “Malas”? Malas com roupa?
  3. Porque é que estes convites, estes específicos convites, são da responsabilidade de José Santos? O homem que traficava droga e ia buscar as malas ao aeroporto?

 


 

A denúncia anónima | Parte III

5 – José Carriço continua a ser o homem dos bilhetes após a sua captura

José Santos (ou Carriço) foi apanhado em Julho de 2015 na A1 com uma mala carregada de cocaína, como pode ver nesta notícia do Público.

No entanto, passados 3 meses da sua captura, José Santos continua a ser o intermediário de bilhetes do Chefe Afonso.

 

Alegadamente, e segundo este email trocado entre Ana Paula Godinho e o Chefe Afonso, este entrou em contacto com alguém que tinha sido apanhado com 9,5Kg de cocaína na mala do carro e já se via a braços com a justiça.

 

6 – O choradinho em tribunal

José Carriço (ou Santos), durante o seu julgamento, alegou que enveredou pelo crime para poder pagar os tratamentos médicos da sua filha menor.

Não se sabe os custos dos tratamentos mas o que se sabe é que eram recorrentes as transferências bancárias para a conta do Zé do Benfica. Fossem estas adiantamentos ou prémios mensais!

 

 

Como é possível perceber por estes dados contabilísticos, José Carriço era bem remunerado para um simples motorista.
Os prémios eram recorrentes e frequentes e de valor considerável.

Não se pode dizer que este dinheiro chegava para os tratamentos da sua filha mas, certamente, há quem tenha a mesma infelicidade, não tenha direito a tantos prémios e no entanto se mantenha longe de caminhos pecaminosos.

 


Depois de lida toda esta informação, há várias questões que mereceriam ser respondidas:

  1. José Santos (ou Carriço) agiu sozinho e sem conhecimento do Presidente do Benfica?
  2. Porque razão era José Santos o responsável pela entrega dos bilhetes VIP aos agentes de autoridade e ao Nelson das Malas do Aeroporto? 
  3. Porque razão o Benfica, e o seu presidente, ofereciam convites a pessoas ligadas à polícia e dos serviços alfandegários? 
  4. Aquando da investigação da Porta 18 – que condenou José Carriço a 7 anos e meio de cadeia – foram ouvidas as pessoas com quem o motorista do Vieira mantinha contactos e levava os famosos bilhetes? 
  5. Tendo em conta os rumores que envolvem o presidente do Benfica e o alegado pó branco dentro dos pneus, o facto de José Carriço ser seu motorista, um dos seus principais confidentes, de usar o carro e as instalações do clube para traficar droga não é suficiente para investigar e interrogar Luís Filipe Vieira? 
    Ninguém se interroga como alguém usava dos recursos do clube, fossem as instalações do estádio ou os hotéis pagos pelo próprio clube para este manter as reuniões com os traficantes, e José Carriço agi-se sozinho? 

 

Esta informação foi-nos enviada e, como tal, somos completamente alheios ao seu conteúdo.

Alguns dos emails que aqui publicámos eram de conhecimento público, pois já tinham sido divulgados e esmiuçados por alguns órgãos de comunicação social. A única informação que ainda não era conhecida era a denúncia anónima que foiremetida ao DCIAP e que nos foi enviada.

Não temos a presunção de acusar ou julgar nenhum dos visados, além daqueles que já o foram nos locais próprios. Apenas nos limitamos a unir algumas peças de um puzzle que parece que ninguém está interessado em resolver.

FÓRUM

    Sê um Dragão na Bancada

    Facebook Pagelike Widget
    Registrations
    Register with us by filling out the form below.
    Password must be at least 7 characters long.
    Password must be at least 7 characters long.


    Please login to view this page.
    Please login to view this page.
    Please login to view this page.