PJ investiga perdão fiscal aos filhos do presidente do Benfica

Uma semana depois do ministro das Finanças ter pedido bilhetes ao Benfica, Luís Filipe Vieira recebeu um email do filho a agradecer o “empurrão” para a isenção de IMI a um prédio da família.

Uma semana após o ministro das Finanças, Mário Centeno, ter pedido bilhetes ao Benfica para assistir ao jogo contra o FC Porto, a empresa gerida pelos filhos de Luís Filipe Vieira teve ‘luz verde’ para a isenção do pagamento de IMI para um prédio situado em Lisboa. A notícia é avançada pelo Correio da Manhã esta segunda-feira, 8 de Janeiro, que revela ainda que a Polícia Judiciária já está a investigar o caso.

O jornal cita ainda um email enviado a Luis Filipe pelo seu filho, Tiago, a 24 de Março de 2017 – uma semana depois de um assessor do ministro ter pedido bilhetes para o ministro. “Pai, já cá canta!!!!!! Sem o teu empurrão não íamos lá. Beijo grande”, lê-se no email, citado pelo CM, enviado pelo filho do presidente do Benfica a partir do endereço de email da Promovalor – empresa de imobiliário da família, que tem a filha de Luís Filipe Vieira, Sara, como presidente.

A 15 de Março o filho de Luís Filipe Vieira tinha-se queixado sobre o processo de isenção de IMI relativo ao prédio que tinham comprado para reabilitação na rua Sol a Santa Catarina, em Lisboa. O pagamento do imposto estava a bloquear a venda.

FÓRUM

    Sê um Dragão na Bancada

    Facebook Pagelike Widget
    Registrations
    Register with us by filling out the form below.
    Password must be at least 7 characters long.
    Password must be at least 7 characters long.


    Please login to view this page.
    Please login to view this page.
    Please login to view this page.