FC Porto reage ao castigo a Fernando Madureira: “Afinal, o IPDJ respira”

Instituto Português do Desporto e Juventude aplicou a Madureira uma multa de 2600 euros e a interdição de acesso a recintos desportivos durante seis meses.

O FC Porto reagiu ao castigo aplicado a Fernando Madureira, líder da claque Super Dragões, pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ). Através da newsletter “Dragões Diário”, o clube azul e branco realça que “o IPDJ respira”, embora apontando que não existe acção para outros casos.

“Afinal, o IPDJ respira e deu os primeiros sinais de vida em mais de 99 dias de sono profundo para castigar Fernando Madureira, o líder dos Super Dragões, mas mantém-se cego, surdo e mudo em relação a tudo o resto. O Instituto Português do Desporto e Juventude aplicou a Madureira uma multa de 2600 euros e a interdição de acesso a recintos desportivos durante seis meses; o líder da claque não se conforma, diz que a decisão se baseia em mentiras e vai recorrer aos tribunais. A sanção foi determinada pelo IPDJ depois de uma franja de adeptos, que na época passada assistia a um dos jogos de andebol entre o FC Porto e o Benfica, no Dragão Caixa, ter entoado um cântico alusivo ao acidente aéreo da Chapecoense”, escreveu o FC Porto.

Fonte: ojogo.pt