Benfica é o pior cabeça-de-série da história da Champions

Nunca uma equipa do pote 1 tinha chegado à quarta jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões sem qualquer ponto.

FUTEBOL – Svilar jogador do Benfica, no jogo da quarta jornada da Liga dos Campoeos Grupo A, Mancheter United vs Benfica, realizado no Old Trafford, em Manchester. terca feira 31 de Outubro de 2017. (ASF/RUI RAIMUNDO) MANCHESTER UNITED VS BENFICA QUARTA JORNADA LIGA CAMPEOES GRUPO A 2017/18

O Benfica é o pior cabeça-de-série da história da Liga dos Campeões, à quarta jornada da fase de grupos.

Derrota em casa, por 1-2, diante do CSKA Moscovo. 5-0 em Basileia. Derrotas com o Manchester United, em casa e fora, por 1-0 e 2-0, respectivamente. O quadro é péssimo, o apuramento está por um fio. Como se não bastasse, os números são inigualáveis, no pior sentido.

A verdade é que nunca se viu um cabeça-de-série da Champions fazer umas primeiras quatro jornadas tão más como o Benfica está a fazer, em 2017/18. O pior curriculum registado, até à data, era do Bayern Minuque, que tinha apenas um ponto à quarta jornada, em 2002/03.

Um ponto, dois, dois e dois

Os bávaros perderam, em casa, com o Deportivo, empataram, fora, com o Lens e perderam, em Munique e Itália, diante do AC Milan. Acabariam por fazer apenas mais um ponto, de novo frente ao Lens. No final, um registo de novo golos marcados e 13 sofridos.

Ligeiramente estava o Deportivo da Corunha, que tinha dois pontos à quarta jornada, em 2004/05. Um empate com o Olympiacos, em casa, e outro com o Liverpool, fora, representaram os únicos pontos de uma equipa galega que terminaria a fase de grupos com esses mesmos dois pontos. Zero golos marcados e nove sofridos.

Também em 2004/05, o FC Porto somava dois pontos à quarta jornada, com empates cedidos a CSKA e PSG. Os dragões terminariam o grupo no segundo lugar, com oito pontos, quatro golos marcados e seis sofridos.

O mesmo registo foi obtido pelo CSKA, na última época, fruto de um empate em Leverkusen, e outro, em casa, com o Monaco. Os russos viriam a fazer mais um ponto, novo empate frente ao Bayer Leverkusen, terminando o agrupamento com cinco golos marcados e 11 sofridos.

A pior diferença de golos

À quarta jornada, nenhuma das quatro equipas contempladas bate a diferença de golos do Benfica. Os encarnados já encaixaram 10 golos e marcaram apenas um, uma diferença de nove negativos.

O Bayern tinha cinco marcados e oito sofridos (três negativos), o Deportivo tinha três golos sofridos, sem qualquer apontado (três negativos), o Porto tinha facturado uma vez e sofrido cinco (quatro negativos) e o CSKA tinha apontado três “tentos”, sofrendo sete (quatro negativos). Médias melhores que a das águias.

As hipóteses de apuramento do Benfica são mínimas, faltando a recepção ao Basileia e a visita a Moscovo. Ainda assim, existem e Rui Vitória já prometeu que fará de tudo para cumpri-las.

FÓRUM

    Sê um Dragão na Bancada

    Facebook Pagelike Widget
    Registrations
    Register with us by filling out the form below.
    Password must be at least 7 characters long.
    Password must be at least 7 characters long.


    Please login to view this page.
    Please login to view this page.
    Please login to view this page.